jornada stark

Vontade de viver.

Da onde é que vem a contade de viver? Ja parou pra pensar no assunto? mas será que existe alguma ciência que estuda esse fenômeno? aposto que não tem, pois é não tem nada que estude a vontade de viver, pois a vontade de viver vem de nós mesmos, sim de nós mesmos mas porque perdemos essa vontade de viver se é algo bom e benéfico?, existem muitos fatores que contribuem com essas condições, uma delas é o fracasso.

Quando fracassamos em algo ou algum plano ja estabelecido tomamos um baque e nossos pés não se firmam no chão mas afundam no chão, aceitamos as consequêcias e levamos a vida assim mesmo como se fosse a coisa mais normal do mundo e não temos vontade de fazer mais nada só de seguir a vida e pronto, certo ou errado de boas ou não, seguimos a vida assim mesmo sem um pingo de vontade de tentar recomeçar os planos, sabe aqueles papos de que a vida é assim, ou deixa pra lá nasci pra sofrer mesmo e bla bla bla….

Existem por ai aqueles lemas de que quando a vontade de viver vai embora é como se toda vez que estamos conseguindo reerguer vem algo e nos derruba, igual a plantar um campo de girassóis e vem um carro capota no campo e pega fogo destruindo todo aquele trabalho árduo, ou acordar e não ter mais vontade de levantar porque o mundo ja foi cruel o bastante para massacrar a gente que vive de baixa renda, olhamos videos do youtube e vemos entre um vídeo e outro as pessoas de sucesso ensinando a ter sucesso na vida porém eles ja tem a vida estabelecida e falar é fácil, ” 10 dicas de como investir” ou ” 5 passos para liberdade financeira” e por ai vai. Mas em certa parte eles contribuem para melhorar a alta estima jogando lá pra baixo.

Mas quer saber, a vontade de viver é relativa com a vontade de continuar tentando, cair e levantar aprender e continuar, tentar quantas vezes forem necessárias até conquistar a vitória plena e realização dos planos traçados, seria igual a uma criança aprendendo a andar, ela cai levanta e cai e aprende a cai sem machucar e aprende a não cair e andar, talvez a vontade de viver esteja atrelado ao medo de falhar e ao medo de passar vergonha em falhar e as pessoas rirem de tudo que não foi feito eu de todas as desistências e falhas. Parece clichê mas também falhei estando no auge e aprendi muito para não cair novamente essa jornada é uma prova disso. Como diria Seiya de Pegaso, ” CONTINUAREI LEVANTANDO INUMERAS VEZES ENQUANTO A CHAMA DA MINHA VIDA ESTIVER ACESA.

POR: ANDRE MARQUES.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s